Projetos e expedições realizadas em Indaial são apresentadas em reunião dos Conselhos Municipais

23/06/2018 14:21:00
Evento aconteceu na quarta-feira, na câmara de vereadores

Na noite dessa quarta, 20 de junho, na Câmara de Vereadores, representantes dos Conselhos Municipais de Meio Ambiente, Turismo, Agricultura, Saneamento e Cultura estiveram reunidos para uma apresentação aberta à comunidade de projetos e expedições realizadas no Município de Indaial. Como este mês é dedicado ao Junho Verde, a apresentação das atividades teve como foco mostrar de que maneira esses projetos e expedições contribuem para um meio ambiente mais sustentável.

 

A primeira atividade apresentada foi o Projeto ASAs (Água, Sedimentos e Algas) das Lagoas do Parque Nacional da Serra do Itajaí pelo palestrante Luís Augusto Ebert. Esse projeto é desenvolvido pelo curso de Engenharia Ambiental e projetos de extensão da Uniasselvi e visa ao monitoramento de três lagos do Parque Nacional no período de maio de 2018 a abril de 2019.


Na sequência, Júlio Cesar de Sousa Júnior falou do Projeto Bugio, desenvolvimento no Centro de Pesquisas Biológicas de Indaial. O projeto é mantido por meio de um convênio entre a Prefeitura e a Fundação Universidade Regional de Blumenau (Furb) e é responsável por desenvolver atividades de pesquisa, educação ambiental e estudos de comportamento do bugio, além de cuidar dos animais que sofreram algum tipo de dano como choque elétrico, atropelamento, ataques por cães, entre outros, reintroduzindo-os no seu habitat. No Centro de Pesquisas Biológicas também há um cativeiro com 27 recintos.


Depois a palestrante Cintia Gizele Gruener abordou sobre os Projetos Carnívoros e Parcerias da Paisagem, do Instituto Caeté Açú. No caso do Projeto Carnívoros, o objetivo é conservar a espécie do puma e mostrar a importância que esse tipo de animal tem para o equilíbrio da natureza. O monitoramento dele auxiliará pesquisadores e ambientalistas a identificar quais áreas do Parque Nacional são mais importantes para serem preservadas. O puma foi escolhido pois ele está no topo da cadeia alimentar do Parque. Todas as outras 10 espécies de animais servem de alimento para o puma, o principal responsável por manter o equilíbrio ecológico na região.


Já o Projeto Parcerias da Paisagem atua na região desde 2013 e tem como objetivo principal analisar oportunidades na implementação de restauração e conservação ambiental no entorno do Parque Nacional. Com o projeto, diversos resultados já foram obtidos, como, por exemplo, o mapeamento refinado do uso e cobertura do solo da área de estudo; entrevistas com 190 proprietários rurais da região com a finalidade de identificar qual a posição deles com relação à restauração florestal; elaboração de um mapa de áreas prioritárias de restauração da região estudada e diálogos ambientais com órgãos governamentais e proprietários rurais.


O último palestrante foi o engenheiro agrônomo da secretaria de Urbanização e Meio Ambiente, Sergio Feuser, o qual falou sobre a expedição Faxinal do Bepe, realizada em dezembro de 2016 num percurso de 23 km dentro do Parque Nacional.


O Parque Nacional da Serra do Itajaí é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral da natureza localizada no estado de Santa Catarina, com território distribuído através dos municípios de Ascurra, Apiúna, Blumenau, Botuverá, Gaspar, Guabiruba, Indaial, Presidente Nereu e Vidal Ramos. Tem uma área de 56.918,11 hectares de Mata Atlântica.

Fonte: Prefeitura de Indaial

Imagens