Proposta de criação da guarda municipal armada volta à tona em Blumenau

12/10/2017 08:39:00

A criação de uma guarda municipal armada em Blumenau voltou à tona. O vereador Ito de Souza (PR) apresentou nesta terça-feira pela manhã ao prefeito Napoleão Bernardes (PSDB) uma primeira proposta para tirá-la do papel. É uma ideia inicial, já que este tipo de competência cabe ao Executivo.


A discussão é antiga e o tema inclusive foi uma das promessas de campanha de Napoleão ainda em 2012, mas o projeto nunca vingou. Esbarrou principalmente na falta de recursos e foi praticamente enterrado nos últimos anos em função da crise econômica que assolou o país, com graves impactos no caixa das prefeituras.

Nas contas do parlamentar, a guarda municipal geraria um impacto inicial de R$ 2,4 milhões no primeiro ano de funcionamento. Esta quantia seria necessária para custear cinco motocicletas, sete veículos e 50 revólveres calibre 38, além de bancar os salários de 50 agentes e outros cinco cargos administrativos.

O vereador sugere que a prefeitura use parte dos recursos vindos com a arrecadação do ISS para bancar as despesas. Ele se baseia nas recentes mudanças do código tributário do município, que prevê um incremento de R$ 18 milhões com o recolhimento do imposto a partir do ano que vem.

***

Napoleão diz que a ideia é bem-vinda, mas descarta, por enquanto, a implantação da estrutura. Alega que a situação financeira do Executivo ainda é apertada e que não há margem para custear a guarda municipal.

O tucano admite que a discussão só deve evoluir para algo mais concreto quando (e se) o caixa da prefeitura melhorar. E reforça que trabalha “com o pé no chão”, reiterando que, embora haja boas perspectivas de incremento na arrecadação do ISS, seria necessário esperar que as projeções se confirmem para então aprofundar o debate.

Fonte: Blog do Pedro Machado

Imagens


  • Autor: Foto: Marcos Porto, BD