Professora agredida em escola de Indaial participa de audiência

13/09/2017 16:18:00
Marcia de Lourdes Friggi e outras seis testemunhas foram convocadas ao Fórum de Indaial para prestar esclarecimentos

Recuperada e sem marcas no rosto, a professora de Língua Portuguesa Marcia de Lourdes Friggi chegou pouco antes das 14h desta quarta-feira ao Fórum de Indaial paraprestar depoimento e esclarecimentos no procedimento judicial que apura a agressão sofrida por ela no dia 21 de agosto, em uma escola municipal. Segura, Marcia afirmou estar confiante na Justiça e também falou sobre a repercussão do caso antes da audiência, fechada para o público devido ao sigilo do caso:

— Espero que de tudo isso fique o lado bom. Não o raivoso, de oportunismo político, mas a ressonância séria sobre uma reflexão acerca da educação que é preciso ser feita. Por que a gente sabe que eu não fui a única (professora agredida). Inclusive ficamos sabendo de outros casos de professores que aconteceram posteriores ao meu, outros tipos de agressão que aconteceram contra os professores e sabemos que estamos em primeiro lugar no ranking de agressão contra professores no mundo. Nós precisamos tomar uma atitude quanto a isso. É isso que eu espero que fique disso tudo.

Além da professora Marcia, outras seis testemunhas podem ser ouvidas pela juíza da Infância e da Juventude, Horacy Benta de Souza Baby. Três foram convocadas pela promotoria e três pelo defesa do aluno. 


— Te falo de casos semelhantes a esse. Se fosse um maior de idade que batesse, não resultaria em prisão. Pelo pressuposto da lei, não o que é moral e ético, mas a lei. Ele está (internado) pelo fato da repercussão social, da mídia, e do que aconteceu. Para dar exemplo, para que outros alunos não venham fazer isso. Aliás, essa foi a justificativa da juíza. Penso que a sentença não deve resultar na restrição da liberdade dele — complementa o defensor do garoto, Diego Valgas, dizendo que caso a decisão seja diferente ele segue no Casep.

Abatidos, os familiares do aluno também estavam no Fórum para acompanhar a audiência, mas não comentaram sobre o caso.

Relembre o caso
Uma professora da rede pública de Indaial, no Vale do Itajaí, foi agredidapor um aluno dentro da escola . A violência foi relatada pela vítima nas redes sociais e confirmada pela delegacia de Polícia Civil da cidade, que registrou o boletim de ocorrência. O caso ocorreu em uma escola municipal no bairro dos Estados, em Indaial e segundo o relato da professora de Língua Portuguesa Marcia de Lourdes Friggi, 51 anos, compartilhado por ela no Facebook, uma discussão teria iniciado após ela ter pedido que o aluno tirasse um livro do meio das pernas e colocasse em cima da mesa. O jovem de 15 anos teria se negado e xingado a professora, que o encaminhou até a diretoria.

Fonte: JSC

Imagens


  • Autor: Foto: Lucas Correia / Jornal de Santa Catarina