Warning: mime_content_type(/home/u210603454/public_html/public/uploads/noticias/4b2f9a9dcb3dfcebb20c4e2cb226a527.jpg): failed to open stream: No such file or directory in /home/u210603454/public_html/module/Jornal/view/layout/jornal.phtml on line 55

Warning: getimagesize(/home/u210603454/public_html/public/uploads/noticias/4b2f9a9dcb3dfcebb20c4e2cb226a527.jpg): failed to open stream: No such file or directory in /home/u210603454/public_html/module/Jornal/view/layout/jornal.phtml on line 56

Moisés autoriza investimentos de R$ 103 milhões em saneamento para Florianópolis

21/08/2020 09:38:00
Além de implantação de rede coletora, também será construída uma estação de tratamento

Nesta quinta-feira (20), o governador Carlos Moisés da Silva autorizou o início dos investimentos no Sistema de Esgotamento Sanitário que atenderá os bairros Saco Grande, João Paulo e Monte Verde, em Florianópolis. Ao todo, serão investidos R$ 103,7 milhões, maior investimento em uma obra de saneamento da Casan no Estado. 

 

Além de prever a implantação de 57 km de rede coletora, também será realizada a construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) com capacidade de 85 litros por segundo. Mais de 33 mil moradores serão beneficiados pelas obras, que tem um prazo de 34 meses para conclusão.


O novo sistema também interligará os 12,8 km de redes de coleta e 811 ligações domiciliares já implantadas nos bairros Cacupé, Sambaqui e Santo Antônio de Lisboa, que aguardam a ETE para entrar em operação.


"Temos um compromisso de aplicar o dinheiro público naquilo que é necessário. Essa obra terá um impacto direto para mais de 3,2 mil famílias, mas também para todos aqueles que frequentam a Ilha de Santa Catarina e os seus balneários. Investir em esgotamento sanitário é importante para as futuras gerações, com um desenvolvimento mais sustentável", destacou Moisés.


A presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos, lembrou que a obra também ajudará na preservação do meio ambiente e no fomento do turismo e da maricultura.


"Com as obras que temos em andamento, vamos chegar a quase 75% de cobertura em Florianópolis. A partir do momento em que tratamos o esgoto, preservamos também os nossos mananciais. Isso também melhorar a saúde pública, com a diminuição de doenças", ressaltou. 


Dos R$ 103,7 milhões investidos, 73% são provenientes de um financiamento com a Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) e os demais 27% virão da Casan.

Fonte: RCN

Imagens


  • Autor: Foto: Júlio Cavalheiro/Secom