Jaraguá do Sul tem quinta morte por gripe em 2019

14/08/2019 08:36:00
Paciente é homem de 51 anos que morreu na quarta-feira. Ele teve gripe A.

A Secretaria de Saúde de Prefeitura de Jaraguá do Sul, no Norte do estado, confirmou a quinta morte no município por gripe em 2019. O paciente é um homem de 51 anos que morreu na quarta-feira (7). Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Jaraguá desde 28 de julho.

O paciente tinha histórico de doença hepática, mas não tinha registro de vacina contra a gripe este ano, informou a Vigilância Epidemiológica do município. Ele começou a ter sintomas da doença em 23 de julho. Em Jaraguá do Sul, 85% do público-alvo foi vacinado contra a gripe.

O resultado dos exames enviados ao Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (Lacen) chegou na segunda (12). A Diretoria de Vigilância Epidemiológica do estado (Dive-SC) informou que não havia recebido a confirmação desta morte até a tarde desta terça (13).

Outras mortes

A primeira vítima do ano foi uma mulher de 48 anos, que morreu em decorrência de gripe A em 1º de maio no Hospital São José. Em junho, uma mãe de 59 anos e a filha dela de 36 também morreram.

O pai também morreu, mas os exames dele não chegaram a ser coletados e enviados ao Lacen. Por essa razão, o caso dele é considerado vínculo epidemiológico, quando a pessoa conviveu com outras infectadas pela doença.

Gripe no estado

Santa Catarina registrou outras 40 mortes causadas por gripe A e B em 2019, segundo o boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive-SC) divulgado em 6 de agosto. O estado teve 316 casos da doença este ano. A maioria dos pacientes tem algum fator de risco associado, como mais de 60 anos, obesidade ou doença crônica.

Sintomas

A Dive-SC recomenda que a população procure o serviço de saúde aos primeiros sintomas da gripe:

·         febre alta

·         dor muscular

·         dor de garganta

·         dor de cabeça

·         coriza

·         tosse seca

Segundo a gerente de imunização da Dive-SC, Lia Quaresma Coimbra, a febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias.

Caso o tratamento for iniciado logo, podem ser reduzidas a duração dos sintomas e, principalmente, a ocorrência de complicações, afirma a Diretoria.

Prevenção

Para reduzir os riscos de contrair gripe, a Dive-SC recomenda:

·         lavar as mãos com frequência, principalmente antes de comer

·         usar lenço descartável ao tossir, espirrar ou assoar o nariz

·         se não tiver lenço, cobrir a boca e o nariz com o antebraço quando espirrar ou tossir

·         evitar tocar olhos, nariz e boca

·         não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas

·         beber bastante água

·         evitar aglomerações

·         manter ambientes bem ventilados

·         evitar contato próximo com pessoas que apresentem sintomas da gripe

·         evitar beijar bebês, já que eles não têm imunidade completa

Fonte: G1 SC

Imagens


  • Autor: Foto: Daniel Castellano/SMCS