Ministério Público arquiva inquérito que questionava contratação de empresa para auditoria das folhas de pagamento da Prefeitura de Indaial

13/09/2018 17:12:00

O Ministério Público – 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Indaial arquivou nessa quarta, 12 de setembro, o inquérito civil instaurado em 2017 para apurar eventual ilegalidade na contratação da Fundação de Ensino e Engenharia de Santa Catarina (FEESC) por meio de procedimento de dispensa de licitação. A contratação tinha como objetivo a realização de auditoria para verificar a conformidade (ou não) das folhas de pagamento dos servidores públicos do Poder Executivo do Município de Indaial.




De acordo com o Ministério Público, os documentos reunidos nos autos não revelaram que a dispensa de licitação teria se operado de forma ilícita, ou seja, não há subsídios indicando que o prefeito e nem os demais servidores públicos que participaram do processo de licitação tenham incorrido em ato de improbidade administrativa.


O prefeito André Moser comemora o desfecho desse processo. “Sempre busquei lapidar meu governo no trabalho honesto e transparente. A auditoria foi contratada justamente para apurar pagamentos indevidos a servidores do passado e corrigir erros. Com o arquivamento da denúncia, tendo o Ministério Público considerado legal a contratação da empresa, ela irá continuar”, assinala. Importante destacar que a contratação de empresa para realizar auditoria foi, inclusive, uma recomendação do próprio Ministério Público.

Fonte: Prefeitura de Indaial

Imagens